SME 1 ano atrás

Escolas de PG se voltam à tecnologia, com 15 Laboratórios de Aprendizagem Criativa


por Rodrigo Kwiatkowski Silva em 19 de maio de 2023

Os LACs são espaços para o aprendizado da tecnologia dentro das escolas municipais; Prefeitura entrega R$ 7 milhões em equipamentos para a Educação

Ponta Grossa inaugurou nesta sexta (19) o seu primeiro Laboratório de Aprendizagem Criativa (LAC), na Escola Municipal Lúcia Pacher, um dos 15 já em atividade nas escolas municipais da cidade, a partir de 2023. Os LACs são espaços onde os alunos têm aulas de robótica educacional, com uso de equipamentos elétricos, computadores e outros recursos. O objetivo é chegar a 50 LACs até 2024.

No mesmo evento de inauguração, a Prefeitura repassou para as 156 unidades de ensino um total de R$ 7 milhões em equipamentos, entre impressoras multifuncionais, projetores multimídia, computadores e materiais pedagógicos, além de computadores para os 15 primeiros laboratórios.

Os LACs são espaços para o desenvolvimento da criatividade e para o despertar para o mundo tecnológico. Neles, os estudantes terão a oportunidade de utilizar recursos da robótica educacional, computadores, equipamentos elétricos, materiais reutilizáveis, internet e língua estrangeira. A proposta metodológica do LAC busca o protagonismo infantil, com mediação do professor, tendo em vista a construção do conhecimento. O projeto está no programa Vale dos Trilhos, no eixo Educação e Empreendedorismo.

A Prefeita Elizabeth Schmidt afirma que os laboratórios mudam o perfil da educação. “Tudo o que eu pensava há bem pouco tempo, de que a sociedade estava evoluindo muito à frente da educação, nós estamos conseguindo reverter. A educação está no século 21 e aqui, com as crianças no LAC, aprendi muita coisa. O futuro deles será muito diferente. Eles já estão vivendo esse futuro desde agora e poderão ser pessoas que farão a diferença no mundo. Este é o papel da educação e é o meu papel”, considerou a prefeita.

O evento contou com uma aula inaugural, oferecida pelos próprios alunos. A Professora do LAC da Escola Lúcia Pacher, Darlene de Oliveira Sarnika, conta que as possibilidades são ‘inimagináveis’. “Trabalhamos desde o desenvolvimento socioemocional das crianças, até a informática, robótica, atividades maker, tudo de acordo com o nível de cada série. São atividades que aguçam a curiosidade deles”, revela a professora.

“Esta é a concretização de um sonho, construído a muitas mãos e que conseguimos materializar. É um projeto próprio da SME, com a identidade da educação de Ponta Grossa, chancelado pelo Vale dos Trilhos. E hoje ele se realiza, com as crianças interagindo empolgadas, com os equipamentos de robótica, computadores, professores formados, tudo muito gratificante. Me emocionei quando abrimos as portas do LAC, porque o primeiro passo para avançar e inovar, é acreditar e ter coragem de ir em frente. Senti que nossa equipe está aberta para a inovação”, disse Simone.

Ana Clara Santos de Azevedo, do 5o ano, é uma das alunas que já frequentam as aulas de alfabetização tecnológica. “Aqui se ensina muita coisa divertida e diferente, eu gosto bastante. Muda tudo, as crianças aprendem coisas novas, é muito legal”. O aluno Eduardo Gomes de Oliveira, 4o ano, destaca o envolvimento dos colegas. “Fazemos muitas coisas em equipe e agora, com os computadores. É uma aprendizagem criativa, onde pesquisamos, montamos coisas, sempre em equipe”, reforça ele.

LAC

O LAC é um projeto de inserção de tecnologia nas escolas, com espaço para o desenvolvimento da criatividade e para o despertar para o mundo tecnológico. Neles, os estudantes terão a oportunidade de utilizar recursos da robótica educacional, computadores, equipamentos elétricos, materiais reutilizáveis, internet e língua estrangeira, com o programa English for Kids. A proposta metodológica do LAC busca o protagonismo infantil, com mediação do professor, tendo em vista a construção do conhecimento. Os primeiros 15 laboratórios receberam investimentos de R$ 1,7 milhão. Estão sendo entregues 15 notebooks do professor, 15 armários de recarga e armazenamento, além de 525 netbooks, para uso exclusivo dos alunos das escolas municipais de Ponta Grossa. Todos os professores envolvidos estão recebendo formações específicas, em parceria com o Sesi.

Investimentos de R$ 7 milhões

No total de investimentos entregues nesta sexta pela Prefeitura para as escolas municipais, estão equipamentos no valor de R$ 7 milhões: Equipamentos de informática para todas as unidades (R$ 4,2 milhões), computadores e outros itens para os 15 LACs (R$ 1,8 milhão) e pedagógicos (R$ 1 milhão).

Os equipamentos entregues reúnem materiais pedagógicos e tecnológicos, encaminhados para as unidades escolares do município: 350 computadores, monitores e acessórios como mouses e teclados, 160 impressoras multifuncionais e 60 conjuntos de projetor e tela multimídia. Entre os pedagógicos estão kits compostos por esqueletos humanos, jogos pedagógicos para uso em sala de aula, planetários, globos terrestres, bonecos anatômicos, livros de literatura e materiais esportivos, entre outros.


photo_camera Galeria de fotos:


Pular para o conteúdo Secured By miniOrange